FOTOS E POSTAGENS ATUALIZADAS ESTÃO AGORA NO BLOG NOVO: www.tarcioviuassim2.blogspot.com

Em construção - CENTRO RECREATIVO ( Antigo Pajeú Clube )




11 comentários:

Anônimo disse...

O que seria um Centro Recreativo??? Uma praça a céu aberto, um auditório???

Anônimo disse...

ANTONIO: pORQUE jOSE rABELO? nAUM TEM NADA A VER, DEVIA SER O NOME DE OUTRA PESSoa iMPORTANTE PARA A cIdade.

Itamar disse...

Tárcio, não tens como conseguir uma perpesctiva do centro recreativo, pra obsevarmos como vai ficar?

Hesdras Souto disse...

Acho que Deveria manter o Mesmo nome PAJEÚ CLUBE. Não desmerecendo o poeta José Rabelo, mas acho que Ele merecia outra homenagem!

Anônimo disse...

Não tem um CAD do projeto?

valda disse...

Concordo com Hesdras, não tenho nada contra Rabelo, mais o NOME PAJEU CLUBE, mantem viva a tradição do unico patrimonio desta cidade.

Anônimo disse...

palhaçada mudar o nome,tbm esse povo gosta de chama atenção em tudo aff

Anônimo disse...

è porque aqui pra essa gente só existe os Tunú,Perazzo,Rabelo...è um povo acima da média né?Silva,ferreira,Sousa,Almeida,Lima...Pra eles é a classe dos miseráveis,dos analfabetos,dos maltrapilhos q a primeira dama gosta tato né?, ou seja é desse pessoal q eles precisam para manipular e permanecer no poder...

Decanto de Poetas disse...

Concordo ou com um plebiscito, ou uma pesquisa de opinião pública.

Meu voto seria Pajeú Clube.

Meu colega de profissão e concidadão tuparetamense, nobre advogado e poeta José Rabêlo, que muito fez para elevar o nome de nossa Tuparetama merece sim uma homenagem belíssima, mas não creio ser adequado o espaço, de fato.

Mas, que se fizesse uma pesquisa de opinião para saber o que pensa a cidade sobre o assunto.

Obviamente, alguns jovens não conhecem a história e o valor do nosso conterrâneo para a literatura brasileira, poesia nordestina e na defesa de grandes causas nobres.

Foi um grande advogado e poeta de nossa cidade, desafortunadamente esquecido por sua cidade natal, tanto que tantos não o conhecem, nem ao seu trabalho como professor, mestre acadêmico, advogado renomado e poeta sutil.

Pedro Torres

Decanto de Poetas disse...

O princípio da publicidade dos atos públicos, com a divulgação do orçamento e despesas municipais, por exemplo, instituído pela emenda constitucional N.45 deixou de ser princípio e passou a Lei Federal que obriga aos órgãos públicos afixarem nos prédios dos três poderes os gastos realizados com o dinheiro do erário público.

Creio que ficaremos à par, por exemplo, que o parquinho da cidade custou certa de R$ 900.000,00 (novecentos mil reais) e poderemos avaliar se o dinheiro nosso está realmente sendo bem empregado por nossos administradores e naquilo que necessitamos efetivamente.

Um milhão de reais, quase, para um parquinho?

Pedro Torres

Anônimo disse...

“O problema do Brasil é que, quem elege os governantes não é o pessoal que lê jornal, mas quem limpa a bunda com ele!”

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails